Notícias & Insights

Outside Voice: Celebrando as vozes sub-representadas na indústria criativa

Não dá pra negar que 2020 foi um despertar cultural importante - gen Zs e millennials deixaram isso bem claro para nós no relatório Culture Next1 do ano passado.

Esse despertar inspirou um movimento global que exige igualdade racial e representação para todos. Para muitos de nós na indústria criativa, o grito de apoio foi ouvido em alto e bom som - e nos fez olhar dentro das nossas próprias instituições.

Embora nossa indústria esteja cheia de profissionais talentosos, a falta de representação continua enorme, em reuniões de diretorias, painéis de conferências e em diversas outras situações.

É por isso que lançamos Outside Voice, uma série de playlists celebrando e ampliando a comunidade criativa global. Nos últimos meses, as estrelas em ascensão da indústria criaram playlists com suas músicas favoritas acompanhadas de comentários de áudio.

As playlists dão a cada curador uma plataforma para contar suas histórias pessoais, discutir seu processo criativo e falar a respeito de temas sociais importantes, que afetam comunidades com pouca representatividade.

Ao longo da série, que conta com criativos de diversas partes do mundo, cada curador usa a intimidade e riqueza do áudio para explorar metaforicamente sua "voz externa"- em tom robusto e sem remorso, a forma usada quando é preciso ser compreendido sem ruídos e distrações.

Iniciamos a primeira temporada da série com criativos muito inspiradores, que incluem:

  • Samantha Almeida - Diretora, Twitter Next (Brasil)
  • Alyza Enriquez - Video Producer + Writer, Vice Media (Estados Unidos)
  • Juan Reyes - Diretor de Brand Narrative, Nike (Estados Unidos)
  • Raymond McKay - Co-Fundador & CCO, RUN (Nova Zelândia)
  • Seyi Alawode - Fundadora, CHL (Reino Unido)
  • Aaron Taylor - Diretor de Arte, Leo Burnett (Reino Unido)

Cada criativo se baseia em histórias pessoais para conversar sobre os desafios enfrentados por membros da sua comunidade. Através de suas palavras e músicas selecionadas, eles incentivam os ouvintes a pensar e traçar caminhos em direção a um futuro além dos clichês, e com espaços sólidos para escutar a diversidade de diferentes vozes.

"Meu conselho para criativos jovens que estão começando é que fiquem bem, está tudo bem, suas histórias importam e tem espaço para vocês na mesa. Para quem está dentro do negócio, criem oportunidades inclusivas, e chamem pessoas com as mais distintas jornadas de vida", afirma Samantha.

"Para ser um bom aliado, é necessário escutar", diz Alyza, da VICE Media, artista não binário e ativista da comunidade Latinx e LGBTQ. "O mundo que queremos ver não vai se construir sozinho se não trabalharmos ativamente para desfazer o racismo e preconceitos de gênero."

"Ser uma voz externa nos dá a vantagem de poder enxergar o todo", diz Juan, um criativo negro que produziu campanhas premiadas para Nike e diversas marcas. "Quando as pessoas estão fixadas apenas no que fazem, e escutam as mesmas vozes repetidamente, acaba-se limitando o acesso a diferentes perspectivas. Quando você chega a um ponto de vista diferente de outros, você cria a oportunidade de um impacto maior."

Sabemos que 2020 foi um ano pesado, e agora que chegou ao fim, esperamos que essa série te anime e proporcione inspiração e esperança para 2021. Um viva para as "vozes externas" e seus aliados, que estão nos guiando em direção a um amanhã melhor. Continue falando alto e com orgulho, hoje e nos próximos anos.

Ouça os episódios de Outside Voice lançados até agora:

Let’s talk

This site is protected by reCAPTCHA and the Google Privacy Policy and Terms of Service apply.